O sítio do INA utiliza cookies para melhorar o seu desempenho e a sua utilização. Os cookies utilizados para as ações essenciais do sítio encontram-se definidas. Consulte a política de privacidade.

Eu aceito cookies.

  • Última actualização: 20 outubro 2017

PT | ENG

FAQ 2016

O que é o Anexo P3 (i – RAF)?

O Anexo P3 (i – RAF) é um instrumento para se ir preenchendo ao longo do ano à medida que se planeia e/ou realiza atividades de formação. É um instrumento de registo autónomo (i-RAF) que pode ser usado para acompanhamento do planeamento e execução da formação. Este registo será depois entregue como Anexo do questionário RAF.

RAF2014-img01

O Anexo i-RAF é para ser preenchido por cada entidade, na perspetiva da formação profissional (planeada ou não) realizada pelos seus trabalhadores, desde que tenha havido formação profissional.

Quando enviar o Anexo P3 (i – RAF) de 2016?

O Anexo P3 (i – RAF) de 2016 só será enviado on-line em conjunto com o Questionário RAF 2016
O Questionário RAF 2016 será disponibilizado a partir de março também no site do INA.

Como registar a informação no Anexo P3 (i – RAF)?

As instruções para o registo das ações em cada folha estão descritas em pormenor no “Guia de preenchimento”.

Como registar a informação no Anexo P3 (i – RAF) relativamente à formação profissional do ano de 2016?

O Anexo P3 é para ser preenchido por cada entidade, na perspetiva da formação profissional (planeada ou não) realizada pelos seus trabalhadores, desde que tenha havido formação profissional realizada no período de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2016.
Assim de forma a não sobrecarregar os serviços, e se acharem vantajoso, poderão apenas preencher os dados relativos a Ações de formação profissional realizadas.

No entanto, se for útil para os serviços em que houve planeamento da formação poderão preencher também os dados relativos a Ações de formação profissional planeadas.
Um dos benefícios resultantes de preencher também os dados relativos às ações planeadas é que assim poderá obter de forma automática todos os Indicadores de Execução da Formação.

Como descarregar o Anexo P3 (i – RAF) a partir do site do INA utilizando Office 2007 (Excel 2007)?

Clique aqui para consultar a resposta.

Como descarregar o Anexo P3 (i – RAF) a partir do site do INA utilizando Office 2010 (Excel 2010) ou superior?

Clique aqui para consultar a resposta.

Como ativar macros no Excel 2007?

Clique aqui para consultar a resposta

Como ativar macros no Excel 2010 ou versões posteriores?

Clique aqui para consultar a resposta

Estrutura do Anexo P3 (i – RAF)?

A estrutura do Anexo P3 (i –RAF) é a seguinte:

- Ações Planeadas

- Ações Realizadas

- Cálculo Automático dos Indicadores de Execução da Formação

Como é constituído o “Livro” do Anexo P3?

a) Um documento no Excel chama-se livro; cada livro pode ter várias folhas (de cálculo) e cada folha várias páginas.

b) O anexo P3 é constituído por 6 folhas:

RAF2014-6folhas

 - Instruções
- Validações
- ID
- FormaçãoPlaneada
- FormaçãoRealizada
- IndicadoresExecução

c) Cada folha pode ter uma ou mais páginas:

 - Instruções – 1 pag.
- Validações – 1 pag.
- ID – 1 pag.
- FormaçãoPlaneada – 23 pag.
- FormaçãoRealizada – 21 pag.
- IndicadoresExecução – 1.pag.

Como imprimir o Anexo?

Aconselhamos a imprimir o livro por folhas (visto que as folhas FormaçãoPlaneada e FormaçãoRealizada tem um número muito elevado de páginas que poderão não ser utilizadas).

Para imprimir a folha de «Instruções», de «Validações», «ID» e de «IndicadoresdeExecução», proceda normalmente fazendo Ficheiro/Imprimir a partir do menu do Excel (todas estas folhas só tem uma página).

Para imprimir as páginas das folhas que estão preenchidas e apenas essas:

«FormaçãoPlaneada» 23 pag.
«FormaçãoRealizada» 21 pag.

Depois de proceder fazendo Ficheiro/Imprimir a partir do menu do Excel tem necessariamente de escolher as páginas que irá imprimir e só depois carregar no botão “Imprimir”.

Exemplo:
«FormaçãoPlaneada» Preenchidas pagina 1 e pagina 23 (a pagina 23 é importante porque tem os totais).

Imprimir Pagina 1

 RAF2014-faq11 01

 RAF2014-faq11 02

 Imprimir Pagina 23

 RAF2014-faq11 03

 RAF2014-faq11 04

Para que serve a folha de Validações?

 A folha de validações resultante de um conjunto de regras pré-estabelecidas, serve para o alertar sempre que haja falta de preenchimento de dados obrigatórios ou houver inconsistências entre os dados.

Como se deve escrever o código SIOE no Nome de Anexo se ele tiver menos de 9 dígitos?

O código SIOE tem sempre 9 dígitos – CCCCCCCCC. Escreva como primeiros caracteres “0” até perfazer o número de 9 conjuntamente com o Código.

Exemplo:
O Código da entidade 75780331 com apenas 8 dígitos
O código SIOE no Nome de Anexo terá de se acrescentar (zero) 075780331
Para o Ano 2015 Nome do Anexo P3 completo:
P3-2015-075780331.xlsm

Nas Folhas «FormaçãoPlaneada» e «FormaçãoRealizada» do Anexo P3 (i – RAF) relativo a «Ações de Formação Profissional» podem agregar-se várias ações de formação numa única linha?

Não, não podem. Em cada linha deve registar apenas uma ação de formação profissional planeada ou realizada. E tantas linhas quantas as ações desenvolvidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro.

Nas Folhas «FormaçãoPlaneada» e «FormaçãoRealizada» do Anexo P3 (i-RAF) como se atribui o NºAção e o NºEdição?

Tem que se começar o preenchimento da linha sempre pelo NºAção e NºEdição. Em cada linha deve registar apenas uma ação e uma edição da formação profissional planeada ou realizada.
Cada Ação tem um código (pode ser o que é usado na sua organização), com o seguinte formato (aceita números ou letras):

Exemplos:

Nº Ação

Nº Edição

1

1

1000

20

A

1

20

1

20

3

20

4

20

5

Nº de Ação corresponde ao curso e o Nº Edição ao número de vezes que a ação foi realizada de acordo com a ordem cronológica das datas da mesma, ver exemplos.
No caso de a sua entidade não usar nenhuma ordenação para as ações/edições propõe-se iniciar Nº de Ação 1 / Nº Edição 1 e seguir uma numeração sequencial.
• Exemplo em que cada ação só se realizou uma vez, só houve uma edição por ano.

Nº Ação

Nº Edição

Designação da Ação

Data início

Data Fim

1

1

SIADAP casos práticos

15-01-2014

16-01-2014

2

1

Higiene e Segurança no Trabalho

08-03-2014

26-03-2014

3

1

Fiscalização Municipal

01-06-2014

02-06-2014

4

1

SIADAP

11-06-2014

12-06-2014

5

1

Atendimento Publico

11-06-2014

12-06-2014

6

1

Contratação Publica e o Portal de base

29-10-2014

29-10-2014

  • Exemplo em que cada ação se realizou mais de uma vez por ano em datas diferentes.

Nº Ação

Nº Edição

Designação da Ação

Data início

Data Fim

1

1

SIADAP casos práticos

15-01-2014

16-01-2014

1

2

SIADAP casos práticos

08-03-2014

09-03-2014

1

3

SIADAP casos práticos

01-06-2014

02-06-2014

2

1

Higiene e Segurança no Trabalho

08-03-2014

26-03-2014

2

2

Higiene e Segurança no Trabalho

08-04-2014

26-04-2014

3

1

Contratação Publica e o Portal de base

29-10-2014

29-10-2014

No caso de a sua entidade já utilizar uma ordenação para as ações/edições:

RAF2014-FaqP3 15

Exemplos:

1 A ação Saber utilizar as ferramentas do Office (nº ação 20) durante o ano de 2014 foram realizadas as seguintes edições nas datas:
edição Nº 1 - data de início 03-02-2014 data fim 07-02-2014 (20 1)
edição Nº 3 - data de início 08-09-2014 data fim 11-09-2014 (20 3)
edição Nº4 - data de início 06-10-2014 data fim 10-10-2014 (20 4)
edição Nº 5 - data de início 13-10-2014 data fim 17-10-2014 (20 5)
Realizadas 4 edições da ação nº 20
Neste exemplo a edição Nº 2 que estava planeada com a data de início 07-07-2014 data fim 10-07-2014 não se realizou .
2 A ação Execução do orçamento nos serviços públicos (nº ação 80) durante o ano de 2014 foram realizadas as seguintes edições nas datas:
edição Nº 5 data de início 02-04-2014 data fim 03-04-2014 (80 5)
edição Nº 6 data de início 07-04-2014 data fim 11-09-2014 (80 6)

Nas Folhas «FormaçãoPlaneada» e «FormaçãoRealizada» do Anexo P3 (i – RAF) relativo a «Ações de formação Profissional» tenho dificuldade em preencher o campo «Áreas de Formação»

Deve consultar a Portaria nº 256/2005 de 16 de março. O Quadro sinótico de Classificação das Áreas de Educação e Formação, quadro 3, encontra-se estruturado em 3 grupos: "Grandes grupos", "Áreas de estudo" e "Áreas de educação e formação". A Lista do Quadro 3 do Questionário, «Áreas de Formação-Registo por ação» coincide com "Áreas de estudo" (na classificação CNAEF a 2 dígitos).

Para classificar corretamente uma ação de formação enquadre-a nas "Áreas de educação e formação"/classificação mais detalhada a 3 dígitos e, selecione no Questionário a "Área de estudo" que lhe corresponde.

Exemplo I: O Curso Análise de dados com o SPSS deverá constar no Questionário em Matemática e estatística:

Grandes Grupos  Áreas de estudo  Áreas de educação e formação 
4. Ciências matemática e informática  46. Matemática e estatística  462. Estatística 

Em caso de dúvidas procure na Portaria a definição - em 0. Programas Gerais e dentro dessa em 4. Ciências, matemática e informática 46. Matemática e estatística 462. Estatística.

 Encontrará:

"A formação em estatística diz respeito à recolha, descrição, construção e análise de dados numéricos. Esta área inclui os programas cujo conteúdo principal incida..."

Exemplo II: O Curso Programação em VB.NET deverá constar no Questionário em Informática:

Grandes grupos  Áreas de estudo  Áreas de educação e formação 
4. Ciências, matemática e informática  48. Informática  481. Ciências informáticas 

Em caso de dúvidas deverá consultar a descrição das áreas de educação e formação.

Nas Folhas «FormaçãoPlaneada» e «FormaçãoRealizada» do Anexo P3 (i – RAF) como registar a formação ministrada nos Centros de Formação de Associações de Escolas – CFAE a que pertence o Agrupamento de Escolas?

A formação ministrada nos CFAE a que pertence o Agrupamento de Escolas, será classificada quanto ao “Tipo de Ação de Formação” como Formação Interna e a “Entidade Formadora” é identificada como “Protocolo Centro de Formação”.

Nas Folhas «FormaçãoPlaneada» e «FormaçãoRealizada» do Anexo P3 (i – RAF) como registar o nº de horas de formação quando existe uma parte decimal?

Na parte inteira do “n.º de horas” deve ser considerado “o número de horas completas” e na parte decimal a parte da hora que o decimal representa (horas completas, parte da hora).

Exemplo: doze horas e meia = 12,50 (12 horas e trinta minutos), em que 0,50=30min:60min.

O que é a Fundação CEFA que consta da lista de «Entidade Formadora» no Anexo P3 - 2016?

Nos termos do Decreto – Lei nº 193/2015, de 14 de setembro, a Fundação CEFA foi extinta e as suas atribuições foram transferidas para a DGAL que passa a dispor de uma unidade orgânica desconcentrada, designada por Centro de Formação Autárquica.

O que é o CEFAPA?

O CEFAPA – Centro de Formação da Administração Pública dos Açores encontra-se integrado na Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial, nos termos do Decreto Regulamentar Regional nº 21/2012/A de 27 de novembro e tem como missão a realização de formação profissional, tendo em vista a valorização integral dos recursos humanos das carreiras comuns da administração pública e o desenvolvimento dos serviços.

Em que situações se pode substituir o preenchimento manual do Anexo P3 (i–RAF) por um automático?

O preenchimento manual do Anexo P3 (i–RAF) pode ser substituído por exportação de dados em situações específicas, isto é para os serviços que tenham aplicações de gestão da formação que contemplem os dados recolhidos no Anexo P3 (i–RAF).

O que os serviços interessados deverão fazer caso tenham aplicações de gestão da formação que contemplem os dados recolhidos no Anexo P3 (i–RAF)?

Os interessados deverão contactar o INA diretamente para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , ou através do respetivo interlocutor, para analisarmos e decidirmos sobre uma solução que possa recorrer à exportação de dados.

 

EndFAQ