O sítio do INA utiliza cookies para melhorar o seu desempenho e a sua utilização. Os cookies utilizados para as ações essenciais do sítio encontram-se definidas. Consulte a política de privacidade.

Eu aceito cookies.

  • Última actualização: 20 setembro 2018

PT | ENG

Testemunhos DECODE

AndreiaGoncalvesAndreia Martinho Gonçalves, Técnica de Projetos na TESE-Associação para o Desenvolvimento, participante da 8ª edição - 2012/2013
“Decidi fazer o DECODE algum tempo depois de aceitar um novo desafio...entrar no interessante "mundo" da Cooperação para o Desenvolvimento.
Na ONGD onde sou colaboradora, TESE-Associação para o Desenvolvimento, já muitos colegas tinham feito este curso e as referências eram ótimas..."se queres aprender sobre Cooperação para o Desenvolvimento, o DECODE é uma excelente maneira de começar", diziam-me.
É um curso com um bom leque de formadores e com um programa extremamente útil aos profissionais que trabalham nesta área.
Além de ter ficado muito mais enriquecida enquanto profissional, fiquei também muito enriquecida enquanto pessoa, já que entre o grupo de formandos se encontravam fantásticos profissionais, tendo assim tido o privilégio de com eles partilhar experiências, trocar ideias, aprender e até fazer novas amizades.”

 

MartaLouroMarta Louro, Especialista em Acesso à Energia para o Desenvolvimento na EDP, participante da 8ª edição - 2012/2013
“Encontrando-me atualmente a trabalhar em projetos de desenvolvimento, nomeadamente de acesso à energia em comunidades remotas, decidi participar no DECODE, no sentido de adquirir não só uma visão mais abrangente mas também uma maior aptidão para o desenvolvimento de projetos nesta área, ficando apta a acrescentar valor e a contribuir de uma forma mais efetiva para os esforços de redução da pobreza.
O curso está muito bem estruturado, tanto a nível de temas, como de metodologias e formadores. Utilizo frequentemente os conhecimentos adquiridos - procurement, preparação de candidaturas a fundos, gestão do ciclo de projeto - tendo o DECODE uma valiosa aplicação prática no dia-a-dia de quem trabalha na área da cooperação e desenvolvimento.”

 

AnaAvilez Ana Avillez, ONG Girl Move - Moçambique, participante da 3ª edição - 2007
“Em 2005 parti para o Uije, em Angola, numa experiência de voluntariado de longa duração com a ONGD Leigos para o Desenvolvimento. Regressei mais de 1 ano depois, já com a certeza de que o resto da minha vida seria dedicado a contribuir para o Desenvolvimento de países do Sul.
Com uma formação académica orientada para a educação (licenciatura em Inglês-Alemão e pós-graduação em Necessidades Educativas Especiais), apenas muita leitura e a formação de 9 meses proporcionada pelos Leigos para o Desenvolvimento me tinham preparado para as questões técnicas específicas do tema.
No entanto, esta preparação revelou-se, durante o tempo em Angola, claramente insuficiente. Decidindo apostar nesta área, era necessário começar por um investimento numa formação direcionada. O mestrado seria talvez a opção mais óbvia. Mas sabia, por muitos amigos, que os mestrados, no geral, eram demasiado teóricos (embora não tenha nada contra teorias) e pouco orientados para o que é o dia-a-dia de quem trabalha em cooperação e desenvolvimento (embora também não tenha nada contra quadros conceptuais).
Pus-me à procura da formação que pudesse dar resposta às falhas que tinha sentido no terreno, que fosse dada por formadores com experiência efetiva de trabalho no sector, que desse, mais do bibliografia, instrumentos de trabalho, e ainda que olhasse para negócio do desenvolvimento como um motor de crescimento dos países a partir da capacitação e de parcerias com as instituições desses mesmos países.
Soube do Diploma de Especialização em Cooperação para o Desenvolvimento (DECODE) por uma tia minha e acabámos por fazê-lo juntas. Para além do corpo docente, que no geral correspondeu às expectativas, a própria turma revelou-se uma fonte de aprendizagem constante e motivadora.
Por ironias do destino, um dos formadores, tornou-se pouco depois meu patrão e até formador convidado do programa formativo dos Leigos para o Desenvolvimento. Menciono isto, apenas para dar exemplos concretos de como o networking pode (e deve) funcionar, numa formação deste tipo.
Terminei o DECODE com boas classificações é verdade, mas mais importante que isso, terminei-o com instrumentos de trabalho e apontamentos a que ainda recorro, com relações de amizade e de trabalho que se mantêm e se alimentam reciprocamente e com a certeza de ter feito um investimento inteligente, com retornos visíveis e duradoiros.”

    

NunoAssuncao Nuno d’Orey Assunção, Gestor de contratos na Águas de Portugal Internacional, participante da 2ª edição - 2006
“Enquanto atores no mundo do desenvolvimento e da cooperação, devemos ser redobradamente cuidadosos na forma como incutimos mudança. A este nível, devemos ser capazes de conseguir um equilíbrio saudável entre a emoção, a vontade de ajudar e a racionalidade, a técnica, as ferramentas e as metodologias disponíveis.
O DECODE, as matérias lecionadas, a experiência dos seus formadores e o compromisso que assume entre a prática e a teoria foi essencial neste equilíbrio.
Porque faz parte do dia a dia de todos os que trabalham nesta área e é uma metodologia fundamental em todo a gestão do ciclo de projeto, destaco a abordagem ao quadro lógico, feita de forma participativa, baseada em casos de estudo palpáveis."

 

Susana DamascenoSusana Damasceno, Presidente da Direção da AIDGLOBAL - Acção e Integração para o Desenvolvimento Global - ONGD, participante da 2ª edição - 2006
“A minha participação no DECODE foi uma experiência que se revelou muito positiva. Por um lado, para uma pessoa como eu, acabada de chegar ao "mundo da cooperação", foi uma oportunidade de adquirir conhecimentos e realizar aprendizagens que foram estruturais para o meu percurso, nomeadamente a elaboração de um projeto passo a passo e o debate em torno das questões da cooperação entre os povos, sempre dirigidas de uma forma inteligente e generosa pelos professores. 
Por outro lado, destaco o convívio com os colegas que dadas as suas múltiplas formações, enriqueceram os diálogos e os olhares sobre as políticas de cooperação. 
Aconselho vivamente esta formação a quem queira ter um olhar técnico e crítico fase às problemáticas da cooperação para o desenvolvimento."

 

RaquelFreitasRaquel Freitas, Expert in Development and Humanitarian Aid, CIES - Center for the Research and Study of Sociology, ISCTE/IUL, participante da 1ª edição - 2005
“Participei no curso DECODE logo numa das primeiras edições e posso dizer que foi uma experiência enriquecedora e que em muito contribuiu para estruturar os conhecimentos que já tinha sobre cooperação para o desenvolvimento. O DECODE foi importante para a minha subsequente atividade profissional quer na Cooperação Portuguesa, onde dei apoio técnico ao Governo, quer na área da avaliação na qual posteriormente me especializei com formação do Banco Mundial e consultorias nas Nações Unidas, quer na área da investigação académica, onde tenho publicado a nível nacional e internacional. Constitui uma excelente base para quem se interessa por estas matérias, quer a nível pessoal quer profissional.”