O sítio do INA utiliza cookies para melhorar o seu desempenho e a sua utilização. Os cookies utilizados para as ações essenciais do sítio encontram-se definidas. Consulte a política de privacidade.

Eu aceito cookies.

  • Última actualização: 13 dezembro 2019

PT | ENG

INA recruta | Mobilidade Interna

Trabalhar na APO INA está a recrutar um Técnico Superior, em regime de mobilidade na categoria, para o exercício de funções na Divisão de Qualificação e Avaliação da Formação, da Direção de Serviços de Formação e Qualificação, designadamente, no Centro Qualifica AP.

Os requisitos de candidatura podem ser consultados no Aviso publicado na Bolsa de Emprego Público e as candidaturas devem ser formalizadas para INA, Rua Filipe Folque, 44, 1069-123 Lisboa, até 22 de outubro de 2019.

O posto de trabalho disponível é para integrar a equipa do Centro Qualifica AP, criado através da Resolução de Conselho de Ministros n.º 32/2019, de 14 de fevereiro e cujas funções são:

  • Inscrever os candidatos na plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) e informar sobre a atuação do Centro Qualifica AP do INA;
  • Promover a orientação ao longo da vida, através da realização de sessões de informação sobre as diferentes ofertas de educação e formação existentes e de sessões de orientação, que permitam ao candidato identificar a resposta mais adequada às suas aptidões e motivações;
  • Proceder ao encaminhamento do candidato para processo de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) escolar, profissional ou de dupla certificação, sempre que tal se mostrar adequado, ou para outra oferta de qualificação no âmbito do Sistema Nacional de Qualificações, de acordo com a sua experiência de vida e perfil de competências;
  • Monitorizar o percurso de qualificação dos candidatos; Desenvolver ações de divulgação e de informação, junto dos diferentes públicos abrangidos pelo Centro Qualifica AP do INA, sobre o papel deste Centro Qualifica AP e respetiva atuação;
  • Prestar informação relativa à metodologia adotada no processo de RVCC, às técnicas e instrumentos de demonstração de competências e à prova prevista no âmbito da etapa de certificação de competências; Acompanhar o candidato ao longo do processo de RVCC, através da dinamização das sessões de reconhecimento, do apoio à construção do portefólio e da aplicação de instrumentos de avaliação específicos, em articulação com os formadores e/ou professores;
  • Integrar o júri de certificação de candidatos que desenvolveram processos de RVCC, quando se trate de certificação escolar; Identificar as necessidades de formação dos candidatos, em articulação com os formadores, professores e outros técnicos especializados no domínio da deficiência e incapacidade, podendo proceder, após certificação parcial, ao encaminhamento para ofertas conducentes à conclusão de uma qualificação.