O sítio do INA utiliza cookies para melhorar o seu desempenho e a sua utilização. Os cookies utilizados para as ações essenciais do sítio encontram-se definidas. Consulte a política de privacidade.

Eu aceito cookies.

  • Última actualização: 21 fevereiro 2020

PT | ENG

Apresentação do CAT – Futuros Líderes

 MG 0950 molduraA renovação geracional e de competências foram os temas a que a Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa, Fátima Fonseca, deu enfoque na apresentação do programa de Capacitação Avançada para a Preparação de Futuros Líderes:  CAT – Futuros Líderes.

No evento, que decorreu hoje de manhã, dia 28 de janeiro, no Teatro Thalia, Fátima Fonseca salientou que “preparar futuros líderes é um sinal de maturidade e democracia nas organizações".

No debate sobre a liderança do futuro na Administração Pública, moderado pelo Diretor de Inovação e Novos Projetos da Agência Lusa, Pedro Camacho, a Diretora de Recursos Humanos da Fundação Calouste Gulbenkian, Ana Rijo da Silva, alertou para risco de  se “deixar sair gerações pela idade e capacitação digital”, pois na verdade “as diferentes gerações têm a aprender umas com as outras”. Para Fernanda Ferreira Dias, Diretora-Geral da Direção-Geral das Atividades Económicas, a palavra-chave na Administração Pública, ou em qualquer organização, “são as pessoas”. Luís Caeiro, Professor da CATÓLICA-LISBON, também remeteu para a necessária “aprendizagem bilateral” em qualquer contexto organizacional.

O Vice-Presidente do Conselho Geral da Confederação Empresarial, Óscar Gaspar, salientou que “a liderança em Portugal tem sido um tabu”. A  Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa, reconhece que há um sentimento de baixa autoestima na Administração Pública que contrapõe o tremendo impacto que as “pequenas e simples coisas que fazemos” assumem no plano internacional. Assim, há que trabalhar a marca da Administração Pública de uma forma positiva, atraindo pessoas com um “potencial para a diferença” e “ao serviço do público”.

Na apresentação do programa CAT – Futuros Líderes, Elsa Belo, Diretora de Formação e Qualificação do INA, destacou que o objetivo deste programa é o de preparar os trabalhadores em funções públicas para o futuro exercício de funções dirigentes ou de liderança de equipas na Administração Pública.

Com uma carga horária de 334 horas, em modalidade presencial, no total de sete horas diárias, o CAT – Futuros Líderes, permite o desenvolvimento de conhecimentos e competências adequadas nos aspetos científico, técnico e comportamental, com especial enfoque nas matérias de liderança.

Características como “decisão”, “gestão”, “exemplo”, “valores”, “missão”, “visão” foram constantes no debate e a Administração Pública deverá assumir-se como uma “escola de aprendizagem de competências” concluiu a Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa.

Saiba mais  sobre o CAT – Futuros Líderes aqui.

 
  MG 0959 site   MG 0974 site
  MG 1020 site   MG 1039 site

__
Pode subscrever aqui as nossas comunicações eletrónicas para receber informação atualizada.

28 de janeiro de 2020