O sítio do INA utiliza cookies para melhorar o seu desempenho e a sua utilização. Os cookies utilizados para as ações essenciais do sítio encontram-se definidas. Consulte a política de privacidade.

Eu aceito cookies.

                                                                                            Linkedin    facebook    Youtube

Competências Digitais

banner PF2023 compDigitais

Numa era cada vez mais digital, afigura-se necessário continuar a capacitar os trabalhadores em funções públicas em competências digitais contribuindo para o incremento da respetiva produtividade e respetivas equipas em que se inserem.

Para este desígnio, apresentam-se vários cursos disponibilizados ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência do INA, inscritos num conjunto de medidas em linha com o Plano de Ação para a Transição Digital, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020, de 21 de abril.

Aqui se enquadram as medidas i) Infoexclusão Zero, destinada a trabalhadores/as públicos em situação de infoexclusão ou em risco de o ser num futuro próximo e o programa ii) AP Digital 4.0, integrando programas que visam dar resposta a necessidades de inclusão digital, de capacitação em ferramentas de produtividade e em tecnologias emergentes, envolvendo, neste último caso, domínios tais como a inteligência artificial, cloud computing, computação avançada, gestão de dados, entre outros. A iniciativa AP Digital 4.0 integra ainda programas formativos de apoio à capacitação do pessoal de informática.

Datas e Inscrições Abertas: https://sigef.ina.pt/

Cursos:

FORMAÇÃO EM CONSÓRCIO

Impulso Digital para a Administração Pública >AP (Consórcio IP >AP)

Consórcio visando a qualificação, capacitação e valorização dos recursos humanos da Administração Pública, através de um programa de formação avançada, de cariz profissionalizante, e de investigação e experimentação aplicada nas áreas da capacitação digital.

Estão previstos igualmente contributos nas áreas das ferramentas de produtividade e tecnologias emergentes, tais como inteligência artificial, cibersegurança, computação avançada, computação na nuvem, domínio dos dados e outras que, comprovadamente, possam vir a contribuir para uma resposta mais eficaz dos serviços públicos aos desafios tecnológicos de curto, médio e longo prazo.

COMPETÊNCIAS DIGITAIS BÁSICAS

Promoção da inclusão digital dos trabalhadores da Administração Pública

No âmbito da iniciativa AP Digital 4.0 prevista no Plano de Recuperação e Resiliência do INA encontramos o programa Infoexclusão Zero, destinado a trabalhadores/as públicos em situação ou em vias de ficar em situação de infoexclusão.

Com o envolvimento dos serviços públicos, serão identificados os destinatários desta iniciativa, o qual não afastando outros públicos, procurará capacitar numa primeira fase os assistentes operacionais inseridos nas carreiras gerais e especiais das Administrações Públicas Central e Local.

A implementação deste programa terá a participação da Estrutura de Missão Portugal Digital e da Agência para a Modernização da Administração Pública (AMA).

Destinatários:
Trabalhadores/as da Administração Pública com indicação para participação no programa de apoio à inclusão digital ou com necessidades de consolidação das respetivas competências digitais.

Parceria institucional:

PTdigital

FERRAMENTAS DE PRODUTIVIDADE

Destinatários:
Dirigentes em cargos de direção superior
Dirigentes em cargos de direção intermédia
Trabalhadores/as das carreiras gerais de técnico superior
Trabalhadores/as das carreiras gerais de assistente técnico e de assistente operacional
Trabalhadores/as de carreiras especiais

Cursos:

PRODUTIVIDADE INDIVIDUAL
•    Acrobat (formulários, segurança e assinaturas digitais)
•    Edição de folhas de cálculo (nível inicial)
•    Edição de folhas de cálculo (nível intermédio)
•    Edição de folhas de cálculo (nível avançado)
•    Folha de cálculo – análise e gestão de dados (percurso com 4 cursos)
•    Folha de cálculo – fórmulas e funções dos 0 aos 100 (percurso com 4 cursos)
•    Gerir o tempo através do outlook
•    Otimização e gestão de dados em excel
•    Processamento de texto (nível inicial)
•    Processamento de texto (nível intermédio)
•    Processamento de texto (nível avançado)
•    Técnicas de redação on-line: sites, intranet, e-mail, newsletter e redes sociais

TRABALHO COLABORATIVO E PARTILHA DE DOCUMENTOS
    Armazenamento e partilha de documentos na nuvem
•    Ferramentas de colaboração on-line para regime de teletrabalho
•    Gestão da comunicação interna
•    Realizar videoconferências

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS
•    Planear e realizar apresentações
•    Power bi: elaboração de dashboards (inicial)
•    Power bi: elaboração de dashboards (avançado)

TECNOLOGIAS EMERGENTES E GESTÃO

Destinatários:
Dirigentes em cargos de direção superior
Dirigentes em cargos de direção intermédia
Trabalhadores/as das carreiras gerais de técnico superior
Trabalhadores/as das carreiras gerais de assistente técnico e de assistente operacional
Trabalhadores/as de carreiras especiais

Cursos:

•    A data science (dos dados ao conhecimento)
•    Cibersegurança
•    Introdução às tecnologias emergentes
•    Inovação e grandes dados
•    Introdução à automação de processos robóticos (rpa)
•    Introdução à inteligência artificial
•    Robôs de conversação (processamento de linguagem natural)

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS DO PESSOAL DE INFORMÁTICA

O regime que regulamenta as carreiras e funções específicas do pessoal de informática, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 97/2001s de 26 de março, prevê a obrigatoriedade de ações de formação contínua/atualização de competências em áreas previstas na respetiva regulamentação específica, designadamente, no anexo I da Portaria n.º 358/2002, de 3 de abril, que elenca as áreas de formação e os objetivos programáticos pretendidos.

Para 2023 está prevista a disponibilização de oferta estruturada de formação destinada ao pessoal das carreiras de informática, neste caso, a conceber em sede de parceria com as instituições de ensino superior e do sistema científico tecnológico com experiência no ensino dos trabalhadores/as da Administração Pública.

Uma vez ultimados os percursos formativos acima referidos, serão posteriormente divulgados nos espaços de comunicação dos parceiros envolvidos.

EndFAQ

Mais informações aqui.