O sítio do INA utiliza cookies para melhorar o seu desempenho e a sua utilização. Os cookies utilizados para as ações essenciais do sítio encontram-se definidas. Consulte a política de privacidade.

Eu aceito cookies.

                                                                                            Linkedin  twitter  facebook  Instagram  Youtube

Ferramenta de Autoavaliação da Cultura de Inovação

banner site2021 inovacao ferramentas2

A Ferramenta de Autoavaliação da Cultura de Inovação (FACI) é um instrumento de autodiagnóstico que permite aferir o grau de maturidade da cultura de inovação organizacional, enquadrada no Programa SIMPLEX' 20-21, que apoia a integração da estratégia de inovação na estratégia global de cada entidade pública.

A FACI é composta por dez dimensões ou áreas de gestão de uma entidade do setor público: Estratégia, Liderança, Pessoas, Estrutura, Incentivos, Ferramentas, Gestão do Risco, Redes e Conhecimento, Compras Públicas e Financiamento.

Em cada uma dessas área, a avaliação é aferida através de um conjunto de capacidades específicas essenciais para uma efetiva cultura de inovação no contexto da gestão pública.

Identifica as capacidades e áreas desenvolvidas, bem como as áreas a desenvolver em matéria de inovação. Esse autodiagnóstico constitui uma base para a definição e implementação de um plano de desenvolvimento de competências de inovação.

O exercício de autodiagnóstico é realizado por uma equipa de autoavaliação, representativa das diferentes áreas de atividade e níveis de responsabilidade e liderança, com a colaboração do INA, I.P..

A autoavaliação é realizada por uma equipa representativa das diferentes áreas de atividade e níveis de responsabilidade e liderança da entidade pública, com a colaboração do INA, I.P.

Destinatários:

Esta ferramenta destina-se a todas as entidades da Administração direta e indireta do Estado, podendo ainda ser adaptada às entidades da Administração Regional e da Administração Local.

Objetivos:

  • Fomentar a Cultura de Inovação na Administração Pública;
  • Apoiar o processo de integração da estratégia de inovação na estratégia global da entidade pública, centrada na criação de valor;
  • Identificar as necessidades ou oportunidades de promoção da Cultura de Inovação e implementar um plano de desenvolvimento de competências de inovação.

Processo de autoavaliação em etapas:
1)    Acordo para a realização do exercício de autoavaliação com a entidade pública;
2)    Identificação da equipa de autoavaliação;
3)    Reunião de preparação da equipa de autoavaliação e agenda do exercício de autoavaliação;
4)    Realização do exercício de autoavaliação;
5)    Elaboração do relatório de autoavaliação;
6)    Elaboração do Plano de Melhoria de Competências.

Como contactar:

Mais informação pode ser solicitada através do seguinte email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

Consulte, ainda, o Guia da Ferramenta de Autoavaliação da Cultura de Inovação.